PF prende “assessor do envelope” e o “coronel” de Michel Temer

yunespres

A Polícia Federal prendeu agora de manhã o ex-assessor de Michel Temer que admitiu ter recebido um “envelope” de dinheiro do doleiro Lúcio Funaro, supostamente a pedido de Eliseu Padilha. José Yunes, advogado e amigo pessoal de Michel Temer foi o primeiro homem  a ser apontado como “recebedor” de dinheiro de Temer e seu parceiro de negócios em transações imobiliárias.

O caso é anterior ao do “assessor da mala”, Rodrigo Rocha Loures, flagrado recolhendo R$ 500 mil da JBS e diz respeito á suposta propinagem no Porto de Santos, pois foram presos o dons da empresa Rodrimar, Antonio Celso Grecco, e  o  ex-ministro de Agricultura Wagner Rossi, pai do deputado Baleia Rossi, um dos líderes da bancada temerista na Câmara.

No “pacote” foi detido também o ex-coronel da Polícia Militar, Lima,  apontado pela Procuradoria Geral da República (PGR), com base na delação da JBS, como um dos intermediários de propina que se destinaria ao presidente no caso do decreto de portos.

As ordens de prisão – e, naturalmente, os holofotes – são do Ministro Luís Roberto Barroso e foram surpreendentes, pois o caso tem muito mais de um ano desde que foi denunciado e levou ao pedido de demissão de Yunes do Palácio do Planalto.

Como dizia aquele comercial do vidente na televisão: “nada é fruto do acaso”…

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

16 respostas

  1. Juiz midiático é outra coisa: Barroso levou um ano pra prender o “homem do envelope” de Temer e o faz a uma semana do julgamento do HC de Lula. Provas de delito, se haviam, já foram a muito destruídas e álibis quase perfeitos formatados.

    A justiça brasileira a muito deixou de se pautar pelas Leis, optando pela ocasião e pelos flashes, em perfeita e fina sintonia com a grande mídia que guardou no almoxarifado das redações o jornalismo e mergulhou sem volta no mundo da assessoria de imprensa a quem manda.

  2. Precisamos que o povo participe, maciçamente, da vida desse país!
    Se um foi o baluarte e arquiteto do golpe; o outro não se deu conta que as serpentes peçonhentas estavam crescendo e multiplicando-se, a ponto de deixá-lo acuado e dar o bote final.
    Darcy Ribeiro: “O Brasil, último país a acabar com a escravidão, tem um perversidade intrínseca na sua herança que torna a nossa classe dominante enferma de desigualdade, de descaso.”
    Os psicopatas retornam ao seu mundo dos 5%. Eles só atuam porque muitos dos seus pares estão no poder!
    Isso não é obra para curto prazo, pois precisamos, antes, unir forças por isso:

    Para termos uma nação soberana, independente e com menos injustiça social, é imprescindível a participação consciente do povo, assim:
    ABRA O LINK:
    https://www.facebook.com/LafaieteDeSouzaSpinola/posts/376383689185712

    Para que possamos implantar um projeto de educação básica que garantirá com solidez a transformação do Brasil; assim:
    ABRA O LINK:
    https://www.facebook.com/LafaieteDeSouzaSpinola/posts/536024086555004
    Organizar é preciso!

  3. A pessoa que tem a caneta e nenhum pejo de usá-la a seu favor tem interesse no fim da farsa a jato. Eu – que jamais apoiei o da caneta usurpada – também quero o fim da farsa a jato. Agora posso dizer alto e bom som, pois já foi demonstrada sua finalidade política de entregar solo, subsolo, ar, projetos de futuro e, se conseguirem, consciências ao grande pseudoamigo do norte. O ministro da farsa a jato parece estar cobrando ao usurpador a fatura devida à operação.

  4. O plano dos golpistas fracassou. A ideia era manipular o processo eleitoral, inclusive com a condenação e até prisão de Lula, para que algum dos que dessem prosseguimento ao projeto anti-nacional e anti-povo vencesse a eleição para legitimar o golpe. Mas isso eles já sabem que não conseguirão. Agora criaram um plano alternativo que parece até improvisado: orbigam temer a renunciar, mas, claro, lhe oferecem e ao seu grupo algum tipo de salvo-conduto em troca; em seguida rodrigo nhonho assume, embaralham-se as cartas e inventa-se um quebra galho – parlamentarismo de improviso (como em 1961) ou prorrogação da interinidade do rodrigo nhonho com pretexto de implantar a coincidência de todas as eleições – para manter o poder.
    O povo não vai sair por aí quebrando tudo, mas o fato é que ninguém mais neste país se sentirá na obrigação de respeitar mais nada, a menos que não exista mesmo nenhuma uma maneira de burlar alguma lei.

  5. Resta saber onde isto vai parar. O “governo”, principal atingido (na pessoa do Traíra, ele próprio) vai bloquear o que e como puder, usando quaisquer meios possíveis somente numa quadrilha muito bem organizada, que é o que temos na hoje república bananera do brasil. Como consolo espera-se que os crédulos de sempre vejam que a corrupção no país não acabou e, pelo contrário, só aumentou

  6. Parece roteiro do Padilha da Netfix: 3ª denúncia abre processo de impeachment, Leitãozinho Maia na Presidência, votação das “reformas” com intervenção Militar, adiamento das eleições em nome da “Segurança”. Só falta reeditar incêndio do Parlamento Alemão de 1933.

  7. Por que a Raquel dog resolveu agir agora contra temer? até agora ela vinha engavetando e protegendo ele? Será para jogar o PMDB para apoiar a candidatura alckmin depois de retirada a candidatura do vampirão? Será que fez isso essa semana para ver se reforça a posição da turminha quer quer prender Lula de qualquer maneira? Assim dá uma forcinha ao juízes contra a constituição e o habeas corpus?

  8. será que é para colocar rodrigo maia na presidência e tentar prolongar o mandato dele e impedir as eleições?

  9. soltaram o lures, da mala de dinheiro, deram um enorme tempo para esses dai destruírem provas e agora sacam da cartola as prisões para tentar influenciar a decisão contistucional do habeas corpus a Lula.

  10. Ness altura do campeonato, torço para que o temer fique no cargo até às eleições. Ele é tira voto de qualquer candidatura de direita.

  11. Fernando, veja o que acha dessa análise complementar :
    O verdadeiro alvo: Barroso tenta fazer Temer refém, através da prisão de seus dois operadores, para virar votos no STF em favor da prisão de Lula. O inimigo de Barroso é a política. Toda ela. Pouco se lhe dá – no longo prazo – se oligárquica ou popular, sujinha ou cheirosa. O projeto é a substituição da democracia, o governo da maioria, pela “noocracia à brasileira”, o governo de um triunvirato não eleito: finança internacional (mais Deep State americano), cartel midiático brasileiro e, como operadores de campo, os “juristocratas”. A derradeira, e descarada, tentativa de constrangimento da Ministra por Sergio Moro, ao vivo no Roda Viva da última segunda-feira, saiu pela culatra: Rosa não teria gostado nem um pouco do atrevimento. https://duploexpresso.com/?p=91752

  12. Gilmar Mendes e Celso de Mello garantiram no Plenário do STF a frustração do roteiro armado pela Globo e pelos americanos:

    – Estreia da série louvando a Lava Jato no fim de semana;

    – Prisão de Lula na segunda-feira pela manhã; e

    – Entrevista consagradora de Sergio Moro no Roda Viva à noite.

    Daí a ofensiva contra Temer. Sinal de desespero.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.