Ônyx, congelado, quer oferecer a deputados o “Barracão da Educação”

O esfriado ministro da Casa Civil, que foi passar a semana da reforma previdenciária na Antártida – literalmente, por favor – manda, desde o círculo austral, um proposta que é um “presente de grego” para os deputados do “Centrão”.

Ônyx Lorenzoni quer oferecer cargos no MEC, controlado pela milícia ideológica de Olavo de Carvalho, para conseguir adesões a reforma previdenciária, diz o Estadão.

O leilão chegaria até às instituições voltadas para o ensino de cegos e surdos, o Instituto Benjamim Constant e o Instituto Nacional de Educação de Surdos, aqui no Rio.

Ônyx, que já não é visto faz dias, certamente não será ouvido.

Quem quiser saber como anda o seu “prestígio”, leia o ótimo post do blog de Tales Faria, no UOL.

É impensável que qualquer parlamentar queira entrar na fria que Lorenzoni oferece e ter seu indicado linchado no Facebook e no Twitter pelo colecionador de armas da Virgínia que, a propósito, vai ter com Bolsonaro conversa bem mais longa que os 20 minutos concedidos por Donald Trump ao presidente brasileiro.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

6 respostas

  1. Desqualifica, desqualifica…. e, depois, privatiza. Professores “uberizados”, material didático super faturado, conteúdos com a profundidade de um pires, estudantes, agora sim, doutrinadíssimos.

  2. Não consigo compartilhar no Tweeter.Aparece o aviso :
    Este pedido se parece com pedidos automatizados. Para proteger nossos usuários contra spam e outras atividades maliciosas, nós não podemos completar essa ação agora. Por favor, tente novamente mais tarde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.